Emergency

Podemos precisar de si

Posted on Updated on

A situação dos incêndios tem-se vindo a agravar nos últimos dias. A OSMTHU já acompanhou com atenção e preocupação a tragédia que se abateu em 2017 sobre diversos pontos do país, reclamando vidas e incinerando vastas áreas, em especial na floresta das regiões Templárias do norte do Tejo e no histórico Pinhal de Leiria.

Este ano a Comenda de Lisboa – Colina das Chagas e a Comenda de Laccobriga (Lagos) desencadearam já algumas acções de voluntariado de apoio aos que, no terreno, lutam para extinguir a ameaça. Contudo, o tempo é imprevisível e as lições do passado mostram-nos como tudo pode mudar num par de horas. Pedimos assim aos leitores do Templar Globe especialmente vocacionados para o voluntariado (apoio às populações e forças oficiais na recolha e distribuição de alimentação, água e medicamentos), que entrem em contacto connosco, de modo a melhor podermos coordenar os esforços se a situação se vier a prolongar.

Coordenação: Fr+ Miguel José da Fabiana

Contacto: miguelfabiana@gmail.com

+351.917500402

osmthu.org

Nota importante: Por questões de segurança só são admitidas no teatro de operações organizações de voluntários reconhecidas pela Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC). O voluntariado civil deve terminar na entrega de bens nos quartéis de bombeiros, tal como o organizámos. Deve referir-se que as fotografias de membros da Ordem em pleno teatro de operações se referem a pessoas devidamente treinadas e certificadas no contexto de organizações reconhecidas pela Autoridade, designadamente a Associação de Protecção e Socorro (APROSOC). São desaconselháveis iniciativas individuais desenquadradas, as quais se revestem de um risco inútil. Antes de partir para o terreno, deverão conferir dados com o vosso Comendador.


NA MEDIA

PÚBLICO

JORNAL DE NOTÍCIAS

SIC NOTÍCIAS


ACTUALIZAÇÃO Agosto 7, 22:42

Um novo carro com mantimentos foi enviado para o teatro de operações. O centro de coordenação logística da Ordem está localizado no Quartel de Bombeiros de Portimão. Perguntar por João Pedro Silva.

Amanhã, Agosto 8, o Comendador Victor Varela Martins estará disponível desde a manhã até ao final da tarde a recolher garrafas de água, barras de energia e medicamentos enquanto viaja de Madrid, por Toledo, Talavera de la Reina, Mérida e Badajoz até Évora. Espera encontrar-se com os Comendadores de Sintra e de de Arraiolos em Évora pelas 18:00. Se desejar encontrá-lo pode usar o seu telemóvel: Comendador Victor Varela Martins: +351.93.701.78.36

ACTUALIZAÇÃO Agosto 7, 23:35

Com a chegada ao teatro de operações os primeiros comentários são desoladores:

“Chovem fagulhas em chamas. As bermas da estrada pegam fogo instantaneamente. São centenas de pequenos pontos a arder por todo o lado. Os pontos de fogo são 100 vezes superiores aos meios disponíveis. É um combate desigual. Só resta defender e resistir. Deus nos proteja.”

(…) “Acabámos de dar telemóvel a um pobre desprotegido que mora aqui perto da linha do fogo e não tinha como contactar a família. Ajudar também é isto.” (Fr+ João Pedro Silva, KTJ)

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 06:47

Novo relatório da frente de operações:

“Terminamos a missão em segurança. Passamos a noite a distribuir comida e água. A situação parece mais calma. Do caos às 23h passamos para grande acalmia de madrugada. O vento é muito forte mas as temperaturas caíram drasticamente. Esperemos que não hajam reacendimentos ao longo do dia.” (Fr+ João Pedro Silva, KTJ)

Fr+ João Pedro Silva, KTJ e Irmão Fernando Miranda

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 12:03

Novo relatório da frente de operações:

“Saímos do teatro de operações às 7h convencidos que o problema estava finalmente dominado. Infelizmente já há notícias de reacendimentos intensos e uma nova frente de fogo. É o vento. Está infernal. Porque a temperatura de madrugada rondou os 12 graus e não é por aí. É um pesadelo sem fim. Esta noite assisti a múltiplas ignições espontâneas, do nada, ao mesmo tempo e perto de mim. Parecem pequenos cogumelos de fogo a nascerem sozinhos. Não foi fogo posto. Não foram projeções. O que é eu não sei mas aquilo parece que está vivo. Qualquer teoria que tenhamos sobre esta matéria é pura especulação. Isto é algo inenarrável.” (Fr+ João Pedro Silva, KTJ)

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 12:05

Depois de iniciar a sua viagem em Madrid, o Comendador de Lagos, Victor Varela Martins, chega a Toledo onde recolhe donativos em género coordenado com os nossos amigos do Grupo Sigillum Templi (especial obrigado ao Victor Alfonso Padilla Nieto).

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 12:30

Fr+ Jorge Amador, KTJ partilha fotos do combate às chamas da noite anterior e da manhã deste dia.

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 13:19

O Comendador Paulo Valente de Sintra confirma ter feito a recolha de donativos em género em Elvas.

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 14:30

Os Comendadores Paulo Valente de Sintra e Rui Herdadinha de Arraiolos iniciam as operações de recolha de donativos em género no ponto logístico seleccionado em Évora.

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 18:00

Comendador Victor Varela Martins junta-se à equipa já em Évora para prepara a carga e arrancar em direcção a Portimão.

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 18:43

Incêndio chega a Enxerim, às portas de Silves. O fogo progrediu por vários cerros a partir da Barragem de Odelouca (+30km).

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 20:03

Pedido do Comendador de Lagos:

“Eu e o irmão Rui Herdadinha estamos a caminho dos Bombeiros de Silves com uma carrinha cheia de bens para ajuda aos bombeiros. Algum irmão com disponibilidade para ir ajudar??? Chegaremos pelas 21 e pouco.” (Fr+ Victor Varela Martins, KCTJ)

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 21:50

Chegada ao Quartel de Bombeiros de Silves e descarga.

ACTUALIZAÇÃO Agosto 8, 23:02

Entrevista em directo do Comendador de Arraiolos, Rui Herdadinha, à Antena 1.

ACTUALIZAÇÃO Agosto 9, 00:00

A Ordem deseja agradecer a todos os Irmãos e Irmãs que mostraram a sua fibra, imaginando, organizando e colocando no terreno esta curta operação num espaço de tempo record. Salienta-se que todos regressaram a casa a salvo e sem incidentes. O modo como as redes sociais foram accionadas, designadamente os grupos de Facebook da Ordem e dos nossos Irmãos e amigos de todo o mundo, permitiu que todos tivéssemos a oportunidade de participar e contribuir para o êxito, desde a retaguarda ao próprio teatro de operações. Cremos que é um exemplo único e a primeira vez que tal acontece, tanto em extensão como em interacção no mundo Templário contemporâneo, o que vem mostrar mais uma vez como a Ordem continua relevante hoje, se estivermos prontos e disponíveis.

A todos, um agradecimento profundo.

Luis de Matos
Prior Geral de Portugal
Chanceler Internacional da OSMTHU


CRÉDITOS DA OPERAÇÃO*

Coordenação (em vários momentos e frentes):

Fr+ Paulo Valente, KCTJ
Fr+ Victor Varela Martins, KCTJ
Fr+ Rui Herdadinha, KCTJ
Fr+ João Pedro Silva, KTJ
Fr+ Miguel da Fabiana, KTJ

Voluntariado:
D+ Catarina Silva, DTJ
Fr+ Jorge Amador, KTJ
Fr+ Filipe Silva, KTJ
D+ Paula Valente, DTJ
Fr+ Pedro Bernardo, KTJ
Irmã Ana Martins
Irmão Fernando Miranda
Irmão Filipe Beja Simões
Irmão Hugo Guerreiro
Irmão Luís Neto
Irmão Paulo Menegucci
Irmão Tiago Sério
Postulante Carlos Walcher
Postulante Luis Almeida
Arsénio Miguel Condaça Lérias
David Manuel Freitas Chambel
Diogo José Macau Soares
Élsio José Campaniço Leocádio
Emanuel José Semedo Piteira
Fábio Manuel Tavares Mendes
Francisco Manuel Carmo Gemito
José Manuel Da Silva Rosado
Murillo Henrique Vieira da Silva
Miguel Ângelo Barbosa Catambas
Ruben Filipe Letras Vermelho

Contribuições:
Fr+ Luis Fonseca, KCTJ
Fr+ Luis de Matos, KGCTJ
Irmão José Carlos Mateus

Agradecimentos:
A. J. Salvadinha II, Lda.
Agroreparadora lda
Alma de Muralha
Armazem 8
BUSF
Diana Peças Lda
Farmácia Évora
Fr+ Francisco Miguel Fernandez, OSMTH – Toledo
Fresenius Farmaceutica
Hidro Portugal Lda
JB Santana
Land Rover Évora
NautiEvora
Rurambiente
Sagres
Tintas Barbot
UniLubes Lda
Victor Alfonso Padilla Nieto
Fr+ Victor Mayenco
VitalAire Lda

 

 

 

Advertisements